De todos os lugares em que eu já fui, Český Krumlov é o que mais lembra um conto de fadas, com seu castelo do renascimento e casas cobertas de neve. No entanto, a cidade também tinha algo de história de terror, principalmente de noite, quando as ruas ficavam vazias e só dava para ouvir o barulho do vento.

IMG_20151006_210329

IMG_20151006_210450

Eu fiz o Free Walking tour do Wiseman, de manhã, e fiquei impressionada com a quantidade de histórias de assombração. A gente passou por uma escola de música e ouviu a história do professor que ainda era visto, cem anos depois de sua morte, vagando pelos corredores. Perto do castelo ouvimos sobre a donzela que teria sido jogada do alto da torre, entre outras histórias.

IMG_20151006_211935

Andando pela cidade em uma noite de inverno, não é difícil imaginar como as histórias surgiram.

Tem a sensação de estar sendo observado?
Tem a sensação de estar sendo observado?

Aliás, eu e minhas amigas que estavam comigo brincamos que se um lugar no mundo é assombrado, é certamente Český Krumlov. No nosso albergue, a dona mostrou o braço enfaixado e disse que tinha sido esfaqueada por uma hóspede, que começou a falar coisas que não faziam sentido e a atacou. Todas as pessoas do albergue estavam no mesmo quarto, e mesmo assim de noite a gente conseguia ouvir o tempo todo o sensor de movimento do banheiro sendo ativado. Contar histórias de terror provavelmente não ajudou com o clima.

O Castelo de Český Krumlov também é cercado de histórias. Ele é o segundo maior da República Tcheca, depois do Castelo de Praga, e começou a ser construído no século XIII.

IMG_20151006_211305

O Castelo é todo decorado com a técnica de sgraffito, em que as imagens são talhadas na pedra.

IMG_20151006_211751
Você pode explorar o Castelo de graça, ver a ponte e os terraços com vista para a cidade, mas precisa de um ingresso para entrar nos aposentos ou para subir a torre.

IMG_20151006_211102 IMG_20151006_211352

Uma das famílias que morou no castelo foi a dos Rožmberk. Eles acreditavam ter um parentesco com a família italiana dos Orsini, e para reforçar isso começaram a criar ursos dentro do castelo (Orsa em italiano é ursa). Até hoje eles são criados em um fosso, mas não podem ser vistos no inverno, quando eles hibernam.

PANO_20150131_115405

Depois o castelo foi posse das famílias Eggenberg e Schwarzenberg até que foi nacionalizado pelo estado comunista após a segunda guerra. Uma das maiores atrações é o teatro barroco do castelo, mas ele fica fechado no inverno.

Várias lendas cercam a construção do castelo, inclusive a de Perchta Rožmberk, que teria se recusado a perdoar o marido no leito de morte e foi amaldiçoada por ele. Ela ainda andaria pelo castelo vestida de branco.

IMG_20151006_211227

O famoso artista austríaco Egon Schiele morou em Český Krumlov. Ele era conhecido pelo expressionismo, pela sensualidade crua e pelas pinturas de nus, e vocês podem imaginar como isso era mal visto em uma pequena cidade. Ele logo foi expulso da cidade, mas hoje há um museu dedicado a ele.

IMG_20151006_211137
O charme do centro da cidade é incrível. A maioria dos prédios lá foi construída em estilo renascentista, embora depois muitos tenham adicionado um andar barroco, para se adequar à nova moda. Em alguns deles, você pode até ver que o primeiro andar foi construído na Idade Média, embora hoje, como a cidade subiu de nível, esse seja geralmente o subsolo.

Se você construiu uma casa renascentista e o barroco entrou na moda, não entre em pânico: construa mais um andar com volutas.
Se você construiu uma casa renascentista e o barroco entrou na moda, não entre em pânico: construa mais um andar com volutas.
Praça principal
Praça principal
Claustro de uma igreja
Claustro de uma igreja

IMG_20151006_210556

O rio de Český Krumlov é o Vltava, o mesmo rio de Praga. No verão ele é bem popular para fazer esportes radicais.

IMG_20151006_210526 IMG_20151006_210828

Uma das surpresas da cidade foram os grafites zombando dos turistas que chegam todo dia. Coloquei aqui três, mas a série é enorme e foi ótimo andar pelas ruas descobrindo cada um.

IMG_20151006_210748 IMG_20151006_210948 IMG_20151006_210904

Český Krumlov fica a 180 km de Praga, ou cerca de três horas de ônibus para cada lado. Dá para ir como day-trip, mas eu acho um crime. A cidade merece mais, e de noite ela fica completamente diferente. Recomendo muito passar uma noite por lá. Se você está indo de Praga para Viena ou vice-versa, é a parada perfeita no meio do caminho.

Chegar lá de ônibus é mais rápido e prático que de trem. Recomendo a empresa Student Agency, que é conhecida por ter bons preços, televisão atrás de todas as poltronas com vários filmes e servir bebidas quentes incluídas. Qualquer viagem de trem na República Tcheca tem descontos para grupos, mas não existem trens diretos e tem que fazer baldeação em Český Budejovice.

Por causa de um imprevisto, acabamos indo de trem e voltando de ônibus. Na ida, paramos em Český Budejovice para ver a maior praça do Renascimento na República Tcheca, e passamos cerca de uma hora na cidade. Se você estiver indo passar dois dias, é uma opção legal.

Meu albergue mal-assombrado era o Hostel99.

IMG_1086
Nós em Cesky Budejovice, na maior praça em estilo do Renascimento da República Tcheca

 

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

7 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s