Os Free Walking Tours tem se tornado incrivelmente populares, e com motivo. A proposta parece imperdível: voce não vai pagar antes de saber se o tour realmente vale a pena, e os guias recebem gorjetas, então eles tem um incentivo para fazer o melhor possível.

Mas quem é desconfiado pode lembrar daquele ditado de que não existe nada de graça no mundo. Então devemos perguntar, eles são realmente de graça? E a resposta, é claro, é não. Alguém tá pagando. E nesse caso o alguém é o guia.

Na maioria das empresas, o guia é contratado como trabalhador autônomo. Ele tem que pagar uma taxa, em geral em torno de 3 euros, por todo mundo que aparece para o tour. Por isso no início costumam ter outros funcionários, que te pedem para colocar seu e-mail em uma lista e tiram uma foto do grupo. Uma das funções deles é a de contar quantas pessoas aparecem para cobrar do funcionário depois.

Se você não gostou do tour, não tem obrigação nenhuma de dar um centavo para o guia. É um risco da profissão. Mas se você achou que valeu a pena e pagou menos do que três euros, pensa que você deu prejuízo para o guia. Tá na dúvida de quanto pagar? Pensa que muitas dessas empresas oferecem tours pagos também, e o valor deles geralmente é de dez euros. E faça uma avaliação honesta e poste no Trip Advisor. Eles geralmente falam algo sobre uma competição entre os guias, mas a verdade é que as companhias podem diminuir o valor cobrado por pessoa dos guias que tem muitos reviews bons.

É claro que essa informação não vale para tours gratuitos organizados por sociedades históricas, muitos dos quais não aceitam gorjetas.

Dito isso, eu adoro os Free Walking Tours. A maioria dos que eu fiz foram muito informativos, passaram em vários pontos interessantes e melhoraram minhas experiências nas cidades em que eu visitei. Geralmente, uma das primeiras coisas que faço quando estou planejando uma visita a uma cidade nova é procurar por um no Google. Só faço questão de dar um valor justo por eles.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

3 comentários

  1. Nossa, não tinha noção. Agora to me sentindo culpado, acho que já prejudiquei algum guia. E eles realmente são muito bons mesmo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s