Uma das cidades que eu mais queria visitar na Bósnia era Mostar, e realmente foi um dos lugares mais interessantes em que eu já fui.

IMG_20151016_010742

O monumento mais famoso de Mostar é a Ponte de onde a cidade tira o nome (mostari eram os guardadores da ponte). Ela foi explodida durante a guerra da Bósnia por ser um símbolo da população muçulmana, e reconstruída alguns anos depois.

Quando eu digo explodida, não quero dizer que um míssil acertou a ponte por engano: o exército croata entrou em Mostar com a desculpa de proteger a cidade contra os sérvios, e depois se voltou contra a população muçulmana local e passou dois dias jogando explosivos na ponte até que ela ruísse. Tudo porque ela era um símbolo do Império Otomano, que a construíu, e tinha um valor sentimental para os muçulmanos de Mostar, que a chamavam de “vovô”. No albergue, eles me contaram como choraram quando viram nos telejornais a destruição sem sentido, e como tiveram orgulho com o fato de isso ter custado tanto tempo aos croatas. “O vovô resistiu”.

ponte
Tentativa de proteger a ponte durante a guerra da Bósnia.

A ponte foi reconstruída em 2004, usando alguns materiais originais tirados do rio. É ainda o maior cartão postal da cidade, mas muita gente que nasceu lá nunca a viu: é que o rio divide a cidade em duas partes, das pessoas que se reconhecem como Bósnias e são majoritariamente muçulmanas, e as pessoas que se reconhecem como Croatas e são majoritariamente católicas. Como eu disse, a ponte é uma herança muçulmana, e muitas pessoas da população croata não vão a essa parte da cidade.

É típico ver pessoas pulando da ponte, geralmente elas esperam um bom tempo para coletar dinheiro antes de pular. Se você estiver interessado, procure na ponte as pessoas que oferecem treinamento. Elas vão te ensinar o método, te fazem treinar em plataformas menores e tem uma equipe embaixo caso você se machuque. No final, você recebe um certificado.

IMG_20150912_041824
Vista da ponte de Mostar

IMG_20151016_004045

A maioria das atrações da parte bósnia da cidade está ligada à época otomana, e você pode visitar casas em estilo turco tradicional e mesquitas, além de comer burek, cevapi e café turco. Subindo nos minaretes de algumas das mesquitas, dá para ver vistas incríveis da cidade e da ponte.

IMG_20151016_010813

Já no lado croata, uma das atrações principais é Sniper’s Nest, um prédio abandonado que foi usado por snipers durante a guerra. Você tem que pular o portão e passar por uma grande quantidade de entulho, mas tem uma vista ótima da cidade. Além disso, é interessante ver as diferentes fases do prédio: você ainda acha documentos do prédio de antes da guerra, quando ele era um banco, espalhados pelo chão.

O antigo cemitério dos Partisans também é muito interessante. Ele foi construído em memória dos resistentes iugoslavos que morreram durante a segunda guerra mundial, e por isso foi construído em estilo monumental. Tito planejou cerimônias enormes que aconteceriam aqui todos os anos, com a presença de todas as crianças em idade escolar e veteranos de guerra. Mas a Iugoslávia acabou em guerra e genocídio, e ninguém está mais interessado em comemorar uma época de união e luta contra um inimigo em comum. Hoje ele está quase completamente abandonado.

IMG_20151016_004338

Como chegar a Mostar:

De Sarajevo: Você pode ir para Mostar de ônibus ou trem. O trem é bem mais barato (lembrando que em quase todos os lugares dos Bálcãs estudantes tem descontos no transporte) e mais cênico, mas os horários são inconvenientes. Ou você acorda cedo e pega o das sete da manhã, ou você pega o das sete da noite.

De Dubrovnik: Mostar é a cerca de três horas de ônibus de Dubrovnik. O ônibus entra em território Croata, volta ao território bósnio para passar por Neum e entra na Croácia de novo, então mantenha o passaporte em um lugar conveniente. Muitas empresas fazem como day-tour, mas eu acho que Mostar merece mais do que isso.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

5 comentários

  1. Tô fazendo pesquisas para visitar a Bósnia e bom ver alguém que não foi a Mostar como day-trip de Dubrovnik, mas passou tempo lá. Um espírito mais de viajante. Planejo passar uma semana lá, você tem sugestões?

    Curtir

    1. Oi, tudo bom? Nossa, lá vale muito a pena ficar mais tempo. Eu faria um tour a partir de Mostar para ver Pocitelj, Kravica e Međugorje (tem um post aqui sobre o tour louco que eu fiz e foi o incrível, é a partir do Majda’s hostel e recomendo muito). Sarajevo é imperdível, claro, e também queria ver algumas cidades no norte, como Travnik, as cachoeiras de Jajce, Trebinje se você estiver no caminho para Dubrovnik.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s