Assim que eu cheguei na Capadócia, recebi uma notícia desencorajadora: os balões não tinham voado na última semana. Estava nevando, então não foi exatamente uma surpresa. Eu já sabia que eles dependiam de condições ideais.

No dia seguinte, de qualquer jeito, eu acordei as cinco da manhã no meu hostel-caverna e me vesti. O dono do albergue tinha prometido bater na porta às 5:30 se fosse possível voar. Às 5:50, quando eu já estava tentando achar algo no Netflix para pegar no sono novamente, eu o ouvi batendo na porta. “Yeah?” eu perguntei. “Balloon!” Ele respondeu.
Uma hora depois eu estava vendo o balão ser preparado para o vôo.

A cesta do balão tinha capacidade para 24 pessoas, divididas em 4 compartimentos para cinco pessoas e 2 compartimentos para 2 pessoas, o que significava que se mover um pouco exigia trabalho em equipe. Nesse ponto eu tive sorte, porque as pessoas do meu compartimento eram muito gentis e a gente se revezava para que todos pudessem curtir a vista.
E a respeito da vista: ver o sol nascer do alto de um balão foi uma das experiências mais incríveis da minha vida.

Balão capadócia amanhecer

Quando eu estava em Istambul, Ephesus e Pamukkale, as pessoas sempre me perguntavam onde eu iria na Turquia. Quando eu respondia que ia para a Capadócia, eles perguntavam se eu pretendia voar de balão. Quando eu dizia que sim, eles sempre me diziam para pegar o vôo do amanhecer. Os outros podem ser 10-20 euros mais baratos, mas é uma economia que não vale a pena, as melhores vistas são de manhã cedo.

Depois de algum tempo no ar, alguém gritou “Feliz Natal”. Entre acordar às cinco e a emoção de andar de balão, acho que muita gente nem tinha se lembrado.

Uma das partes mais interessantes do passeio é ver os outros balões no ar. No verão, você pode ver cerca de 150 balões.

O balão alterna, em alguns momentos vai mais alto, em outros mais baixo. Em um ponto, o piloto anunciou que tinhamos chegado ao ponto máximo, a 600 metros de altura.

Depois de cerca de uma hora no ar, nós pousamos em frente ao Castelo de Uçhisar, o ponto mais alto da Capadócia. A equipe chegou logo para nos receber com champagne (cidra turca) e os certificados de vôo.

Depois do passeio, posso entender perfeitamente porque balões de ar quente são populares na Capadócia. É uma combinação perfeita: eles tem as condições climáticas ideais e uma paisagem surreal. É um dos lugares mais icônicos para fazer o passeio, ao lado de Yangon, em Myanmar, Luxor, no Egito, e meia dúzia de outros.

É um passeio caro, é claro. Eu paguei 100 euros, com um desconto por ter marcado com antecedência. Outras pessoas do meu grupo pagaram até 160 euros pelo mesmo passeio. Os custos podem facilmente dobrar por um passeio em um cesto menor ou um vôo mais longo (e champagne de verdade no fim). Para mim, valeu cada centavo.

Mas se você quer ver os balões sem gastar tanto dinheiro, você pode apreciar a vista de alguns dos lugares mais altos da Capadócia. Nesse post, sobre trilhas para fazer na região, nós falamos do Vale Rosa e de Uçhisar como boas possibilidades.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

6 comentários

  1. Nuuu, essa foto com o balão é uma das melhores que já vi na minha vida! Você levou uma câmera profissional? Muito impressionante.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s