Bem no centro da cidade de Florença, temos uma rua interessante, o Borgo degli Albizzi. A primeira vista ela não parece nada de diferente, mas essa rua tem resquícios de várias épocas da história florentina, e por isso é tão interessante observar seus prédios.

Antes mesmo de chegar no Borgo degli Albizzi, na Via del Proconsolo, vemos uma loja de sapatos chamada Piedi Nudi nel Parco. A maioria dos passantes nem nota, mas essa loja está em um lugar muito especial, e por isso o chão dela é de vidro. Debaixo da loja, podemos ver o que resta de uma torre romana. Florença foi construída pelos romanos 80 anos antes da nossa era.

Torre romana florença

Na esquina do Borgo degli Albizzi, vemos o Palazzo Nonfinito (palácio não-terminado) que tem esse nome porque vários arquitetos começaram obras lá e nenhum as terminou. Ele foi edificado pela família Strozzi no século XVI, e hoje funciona como museu de história natural. Ele tem uma curiosidade interessante. Entre 1865 e 1870, Florença foi capital da Itália, antes que Roma fosse conquistada do papa. Esse edifício foi utilizado então como delegacia, e por isso fizeram uma entrada secreta para o palácio. Embora ainda seja difícil vê-la na faixada, ela tem o seu próprio número cívico, o 30. Vê se você encontra a fechadura na foto.

Do outro lado da rua, ainda na esquina, vemos o palácio que pertencia a família Pazzi, também conhecido como “della congiura”, da conspiração. Eles orquestraram uma conspiração contra os Medici, a família reinante na Florença renascentista. Eles conseguiram assassinar Giuliano de Medici e ferir Lorenzo, o Magnífico, mas foram caçados pela multidão. Todos os membros da família foram presos ou exilados.

O próximo palácio é o Ramirez de Montalvo, primeiro camareiro do duque Cosimo di Medici. Por isso encontramos aqui o brasão da família Medici, composto por seis círculos. O prédio é conhecido pelos afrescos do lado de fora, e hoje pertence a Universidade de Florença.

palácio ramirez de montalvo florença afrescos

Depois temos o palácio Valori-Altoviti, mais conhecida da população local como Palazzo dei Visacci (das caras feias). No século XVII, ele foi decorado com os rostos de cidadãos ilustres de Florença, mas a obra não agradou a população, que colocou o apelido.

palácio testacci florença

Florença não tem muitos edifícios medievais preservados, mas esse é um deles: a Torre degli Albizzi. Na época em que moravam nessa torre, os Albizzi eram a família mais rica de Florença,  por isso deram nome à rua. Na época em que a torre não tinha mais um caráter defensivo, as grandes janelas foram abertas.

torre degli albizzi florença

Um pouco depois vemos o Palazzo degli Albizzi. A torre era a sua residência quando os Albizzi eram a família mais rica de Florença, e esse palácio luxuoso era sua residência em uma época em que eles eram apenas uma família rica, mas tinham perdido muito poder. Isso mostra como os padrões de vida mudaram entre a Idade Média e o Renascimento. O andar de baixo está ocupado por várias lojas, o que é interessante porque você pode entrar para ver os afrescos muito bem preservados.

Temos outra torre medieval no Borgo degli Albizzi: a Torre dei Donati, construída no século XI.

torre dei donati florença

O Borgo degli Albizzi termina na Piazza di San Pier Maggiore, que tem esse nome por causa do enorme mosteiro que ficava nessa área. Ele foi demolido no século XVIII, depois que a queda de uma coluna tornou o prédio arriscado. O enorme arco ainda existe e é propriedade particular. Nessa praça, você ainda pode encontrar um dos últimos trippai, uma barraca que vende sanduíches de tripas, uma das comidas típicas de Florença.

piazza san pier maggiore florença

Três quarteirões, a história de uma cidade. Nada mal, não é mesmo?

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s