Existe uma lista tradicional de nove segredos de Bologna que já foram assunto em vários blogs. Eles misturam alguns fatos e algumas lendas urbanas impossíveis de verificar. Aqui eu optei por colocar curiosidades que podem ser vistas por qualquer turista, embora algumas tenham origem misteriosa.

 

Janela para os canais

Bologna tinha um sistema de canais, construido a partir do século X para fornecer água para água e energia para oficinas na cidade. Os canais foram cobertos depois da Segunda Guerra Mundial e nos anos 90 alguns deles foram reabertos. Para ter uma vista para o Canale di Reno, essa janelinha foi aberta na via Piella. Hoje há outros lugares para ver os canais, mas esse é ainda o mais charmoso.

 

O fio amarelo do Museu da Specola e a melhor vista de Bologna

Esse museu trata de instrumentos de astronomia e como foram desenvolvidos. O museu é atravessado por um fio amarelo, que faz referência a um experimento feito na universidade. O museu fica em uma torre medieval e é conhecido por ter a melhor vista da cidade.

 

As flechas da Corte Isolani

Corte Isolani

No alto do pórtico das Corti Isolani, você pode ver três flechas. Existem várias lendas para explicar porque elas estão lá, todas as quais parecem envolver uma mulher nua que distrai três arqueiros que tentavam assassinar alguém. As flechas são difíceis de achar por causa da altura do teto, mas isso não quer dizer que você vai perder a viagem: esse é um dos únicos pórticos de madeira que restam em Bologna e já é interessante por isso.

 

A prova errada de Mozart

Mozart, quando fez a prova para a Accademia de Bologna, errou uma questão. Para crédito da Accademia, eles reconheceram o seu talento e deixaram que ele fizesse outra prova. A prova errada está no Museu da Música de Bologna, um edifício conhecido pelos afrescos e com uma linda coleção de instrumentos.

 

 

San Giovanni in “Monte”

San Giovanni in Monte

Essa igreja foi chamada de San Giovanni in monte por alguém que obviamente nunca nem viu uma foto de Ouro Preto. Mas a pergunta é: por que tem uma elevação no meio de uma cidade conhecida por ser plana? Ela é artificial, e foi construída em torno do século V. O motivo seria para facilitar as representações da Paixão de Cristo, já que não tinha nenhum lugar elevado na cidade que pudesse representar o Monte Calvário.

 

Sette Chiese

As Settechiese (literalmente sete igrejas) são um grupo de igrejas em Bologna que ficam uma dentro da outra, como uma matrioshka. Ela inclui parte de igrejas que viriam desde o século V, segundo a tradição. A verdade é que existe uma grande divergência sobre quantas igrejas elas são, e se são realmente sete. Mas super vale a pena ir lá para conferir.

 

As duas torres que eram cinco

As Duas Torres são o símbolo de Bologna. Elas tem suas próprias lendas, como a de que os estudantes que sobem na Torre degli Asinelli não se formam. Ou as lendas urbanas que tentam explicar porque a Garisenda é tão torta (torres tortas são o que não falta na Itália). Mas algo menos conhecido é que até o início do século XX outras três torres ficavam localizadas ao lado das duas famosas. E que elas não existem mais porque foram demolidas para que a avenida pudesse ser expandida.

 

O pênis de Netuno

A fonte maneirista na Piazza Maggiore é obra do escultor Giambologna. Duas curiosidades estão relacionadas a essa fonte, uma moderna e uma antiga. A moderna é que o símbolo da Maseratti, que nasceu em uma cidade perto de Bologna, é inspirado no tridente de Netuno. A antiga é que o Giambologna queria fazer o pênis do Netuno maior, mas a Igreja o teria proibido. Por despeito, ele fez com que de um ângulo um dos dedos do Netuno parecesse ser um pênis ereto.

Aparentemente ninguém ligou para as nereidas topless esguichando água, se alguém teve essa dúvida.

 

A estrada romana

A biblioteca Salaborsa já é um dos lugares mais interessantes de Bologna. É um lugar perfeito para estudar e pegar livros, tem ar condicionado para os dias insuportáveis de verão e tem um café super agradável.

Como se não bastasse, é só descer um andar para visitar um dos lugares mais antigos da cidade, e de graça. A antiga estrada romana data de 187 antes de nossa era.

 

Maconha é proteção

Maconha é promoção

Bem no início da via Indipendenza, em frente a um McDonald’s, você encontra esse escrito do século XVI. O primeiro diz “Panis vita”, ou seja, pão é vida, o segundo diz “Vinum laetitia”, vinho é alegria, e o terceiro “Cannabis protectio”, maconha é proteção. Eles estão no chão e pintados no pórtico acima. Nessa época, a maconha não era proibida e acreditava-se que ela tinha um valor místico em proteger o corpo.

 

Sala Urbana

A sala urbana é um dos segredos do Palazzo d’Accursio, que até pouco tempo atrás era o centro de governo de Bologna. Hoje ele serve como museu. A Sala Urbana foi recentemente restaurada e aberta ao público e mostra brasões de 188 governadores de Bologna entre os séculos XIV e XVIII. O Palácio ainda tem uma boa vista para a Piazza Maggiore.

 

Il Voltone del podestà

Na Piazza Maggiore há uma abóbada com acústica perfeita, de forma que se você falar baixo de um lado, alguém pode te escutar perfeitamente do outro lado. Existem várias lendas para explicar essa curiosidade arquitetônica. Alguns dizem que foi construída na época de uma peste, para que as pessoas doentes pudessem se confessar sem colocar em risco a vida do padre, outros que era uma forma de juízes se comunicarem durante um julgamento.

 

Grafite de Mohamed

A foto da direita foi tirada do site oficial

Dentro da Basílica de São Petrônio, existe um afresco que representa o Céu e o Inferno, inspirado na Commedia de Dante Alighieri. Nele, o artista representou Maomé no inferno. E para ninguém ter dúvidas de quem era, ele escreveu “Mohammed” ao lado. Alguns grupos radicais tentaram explodir a basílica por isso, motivo pelo qual costuma ter um carro do exército na frente.

Mas essa nem é a única curiosidade de San Petronio: ela foi construída para ser a maior igreja do mundo, mas nunca foi terminada. E um meridiano passa por lá dentro, você pode vê-lo desenhado no chão.

 

Archiginnasio

Esse já foi o prédio principal da Universidade de Bologna, e ainda hoje abriga uma das bibliotecas. Ele também é uma atração turística por dois motivos: os brasões de estudantes que estudaram aqui na Idade Média, ou de suas cidades, pintados nas paredes, e o Teatro Anatômico, que cobra uma entrada de 3 euros.

O Teatro é onde corpos costumavam ser dissecados, por isso os dois corpos na decoração são mostrados sem pele, com os músculos à mostra. Nos lados, ficam estátuas de médicos famosos da antiguidade e do princípio da universidade.

 

Lucio Dalla na Via d’Azeglio

Lucio Dalla Bologna

Lucio Dalla era um músico  de jazz italiano. Ele é muito amado em toda a Itália, principalmente na cidade de Bologna, onde ele nasceu. Por isso a sua sombra ainda está na Piazza dei Celestini, perto da via d’Azeglio.

 

A maior estrada coberta de pórticos do mundo

O caminho para a Igreja de San Luca, perto de Bologna, é inteiramente coberto por pórticos, que serviam para proteger da chuva e da neve os ícones sagrados que eram levados em procissão. São 3,8 km e 666 arcos, construídos nos séculos XVI e XVII. A Igreja é mais antiga, e sua consrução começou no século XII. O caminho é bem tranquilo e dá para fazer sem problemas em uma hora. Você vai ver vários bologneses em roupa de ginástica correndo pelo caminho.

 

Esse é um mapa com o trajeto para ver esses pontos.  Como tem um limite ao número de paradas que dá para colocar, coloquei a Estátua de Netuno, a Catedral de Petrônio, o Palazzo del Podestà, o Palazzo d’Accursio e o graffiti da maconha todos como Piazza Maggiore. Mas de qualquer jeito, eles são bem próximos.

 

 

 

Quer saber mais sobre a História de Bologna? O Museu da História da cidade é bem interessante, tem audioguide em várias línguas e folhetos em português e desconto para estudantes às terças-feiras.

Clique aqui para ler todos os posts com dicas sobre morar e estudar em Bologna.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s