Plečnik foi um arquiteto esloveno que teve um grande impacto em Ljubljana. Ele foi responsável por muitos dos lugares mais icônicos da cidade e sua influência lá pode ser comparada à influência de Antoni Gaudì em Barcelona. Além de Ljubljana, ele também trabalhou em Viena, Belgrado e no Castelo de Praga, sendo uma grande influência no cubismo tcheco, do qual eu já falei em um post.

Andando por Ljubljana, você inevitavelmente vai passar por vários prédios do Plečnik. Esses são alguns deles, e as suas histórias.

Križanke

Em 1945, o antigo mosteiro que existia nesse lugar foi apropriado pelo governo iugoslavo. O arquiteto preferido de Ljubljana, Plečnik, foi chamado para transformá-lo em um lugar para o Festival de Ljubljana, que ainda acontece anualmente, e criou esse grande teatro a céu aberto.

 

Ponte Tripla

Nesse lugar existia uma antiga ponte de madeira conhecida como Ponte Velha. Ela foi substituída por uma ponte de calcário por um arquiteto italiano no século XIX. No século XX, com automóveis em Ljubljana, ela foi considerada muito pequena e corria o risco de ser demolida. Plečnik então adicionou as outras duas pontes nas laterais.

Em frente a ponte tripla fica a praça Prešeren, com algumas curiosidades: o monumento ao poeta Prešeren, o modelo da cidade de Ljubljana e o prédio da farmácia central, que tinha um café onde os artistas da cidade se encontravam.

 

Biblioteca Nacional da Eslovênia

Essa biblioteca, que alguns chamam de o prédio mais feio de Ljubljana, tem um projeto muito interessante por dentro. Na altura da entrada, ela é construída inteiramente por mármore negro, representando as trevas da ignorância. Você deve subir alguns lances de escada, porque o caminho metafórico é árduo, e atinge uma parte construída em mármore branco, representando as luzes do conhecimento.

 

Mercado do Peixe

Margens Ljubljanica Plecnik mercado Ljubljana

Talvez a obra mais importante de Plečnik seja a reestruturação das margens do rio Ljubljanica, deixando espaços para curti-lo. Esse é o mercado do peixe, que ainda funciona todos os dias exceto domingo. Do lado tem um mercado de frutas e legumes com uma curiosidade: uma máquina de leite, onde você coloca uma caneca e recebe meio litro de leite fresco.

 

Cansado de Plečnik? Nem tudo é dele. Andando por Ljubljana, procure por prédios sem colunas greco-romanas. Eles provavelmente não são dele.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s