Karlovy Vary é conhecida pelas suas fontes termais, 13 grandes e cerca de 300 pequenas, assim como o Rio Tepla (quente, em tcheco). E quando eu fui para lá, era o que eu sabia da cidade: que tem um milhão de fontes termais espalhadas pela cidade e a graça é ficar andando e provando as fontes diferentes. Mas como muitas cidadezinhas históricas, a graça também é ficar andando por lá e ver os edifícios.

IMG_20160325_174600

IMG_20150215_223730

IMG_20160325_174449

A cidade tem esse nome por causa de Carlos V, imperador do Santo Império Romano Germânico. Embora o lugar já fosse habitado a mais de um milênio, foi ele que lhe concedeu o status de cidade em 1370. Diz a lenda que isso aconteceu depois que, caçando pela região, ele provou as famosas águas.

Depois que vários médicos falaram sobre o valor medicinal das águas, ela se tornou um lugar muito visitado pela aristocracia. Foi nessa época que foram construídas a maioria dessas estruturas em torno das fontes, e ficou simpátido andar a caça das águas diferentes.

A cidade tinha maioria de língua alemã, e era conhecida também como Carlsbad. Depois da Segunda Guerra, a população alemã foi expulsa do país, como aconteceu na maioria da Europa Central e do Leste. Hoje a cidade tem uma grande população russa, e muitos apontam que os grandes hotéis estariam nas mãos de mafiosos russos.

A igreja ortodoxa de São Pedro e Paulo e o ponto de observação da  Torre de Diana

Realmente, uma das maiores atrações da cidade é simplesmente passear pelas ruas e provar as águas das diferentes fontes. Para isso, visitantes costumam comprar um copo especial, cuja alça serve também como canudo. Claro que você pode beber a água em qualquer recipiente, inclusive nas mãos, mas se você procura um souvenir, é bonitinho, super típico e pode ser barato, se comprado de um vendedor na rua.


Achou ficar só na água sem graça? Aproveite e compre também um Oplátky, um biscoito famoso que parece um gigantesco wafer recheado. Você pode encontrar em diversos sabores, como baunilha, chocolate, amêndoas, limão, maçã, por cerca de 9 coroas tchecas.

Karlovy Vary comendo oplatky
Eu e as meninas com quem trabalhava durante meu intercâmbio em Praga com a AIESEC

IMG_20150215_224611

IMG_20160325_162135

Em julho a cidade é a sede de um famoso festival de cinema.

Como chegar em Karlovy Vary: A cidade é acessível a partir de Praga de trem ou ônibus, os ônibus são mais práticos e demoram menos, mas os trens têm descontos para grupos. A viagem leva em torno duas horas e custa em torno de 150 coroas tchecas em cada direção. Também é um day trip popular para quem está em Dresden, na Alemanha.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s