Mesquita de Cristo, Sinagoga de Santa Maria, basta olhar os nomes das atrações de Toledo para saber que você está em um lugar especial. A cidade é mais conhecida por ter sido por séculos um lugar de convivência entre cristãos, muçulmanos e judeus. A cidade era conhecida pela tolerância religiosa, até que não era mais. Os judeus foram expulsos em 1492 e os muçulmanos em 1502. Mas a atmosfera que existiu aqui por tanto tempo ainda se refletia na arte e na arquitetura, e tornam de Toledo um dos lugares mais interessantes da Espanha.

Ponte sobre o rio Tejo, que depois segue para Lisboa

Foi por isso que eu quis visitar Toledo, e foi por isso que amei a cidade. Foi uma das minhas preferidas na Espanha, só perdendo para a Andalusia. Esses são alguns dos lugares que mostram como essa cidade pequena tem uma história antiquíssima e enriquece qualquer visita à Espanha.

 

Mesquita de Cristo de la Luz

Antigamente conhecida como Mesquita Bab-al-Mardum, ela ficava na região da cidade conhecida como Medina. Era a área onde moravam os muçulmanos ricos. O nome de Mesquita de Cristo já conta o que aconteceu com ela depois.

No século XII ela foi transformada em igreja católica, depois de um suposto milagre. Passaram-se séculos antes que a redescobrissem como mesquita. Do ponto de vista da arquitetura, há uma inspiração clara na Mesquita de Córdoba.

 

Iglesia de los Jesuitas

A Iglesia de los Jesuitas é um exemplo único de barroco em Toledo. Porém, mais do que pela arquitetura, a igreja é visitada pela vista. Ela já está em um ponto alto da cidade, então subindo em uma das torres você pode ver a cidade inteira.

 

Monasterio San Juan de los Reyes

Exemplo único de gótico castelhano, esse é o lugar em que os Reis Católicos escolheram ser enterrados. Aliás, o complexo foi construído para comemorar o nascimento de seu filho Juan. Eles escolheram Toledo para sua localização por ser central na Espanha, e por ser a antiga capital do reino visigodo, que eles diziam ter restaurado simbólicamente ao unir a Espanha. Depois eles mudaram de idéia e foram enterrados em Granada, aliás.

 

Iglesia del Salvador

Coluna visigoda Iglesia del salvador

Outra mesquita existia atrás da atual Igreja del Salvador, provavelmente a mais antiga na cidade. A grande atração da igreja é a extensa área arqueológica que mostra um pouco do que existia aqui antes, inclusive parte do edificio islâmico. Na parte principal da igreja, você também pode ver uma coluna da época dos visigodos. Toledo já foi mencionada em crônicas romanas, e na época dos visigodos, virou a capital de seu reino. A cidade era importante por causa de sua posição central e elevação.

 

Iglesia de Santo Tome

entierro
Entierro del Conde de Orgaz, Crédito: wikicommons

Essa igreja é mais conhecida por ter o quadro Enterro do Senhor de Orgaz, de El Greco. El Greco é visto por muitos artistas como o primeiro impressionista, antecipando esse estilo em alguns séculos. Vindo da ilha de Creta e depois de trabalhar em Veneza e Roma, ele se instalou em Toledo. Hoje a maioria das suas obras está no Museo del Prado.

Essa obra é uma das mais interessantes de El Greco, e uma que você vai poder ver no lugar para onde ela foi planejada. Ela é enorme, com figuras em tamanho natural, e a igreja tem folhetos explicando as diferentes figuras e contando um pouco sobre o pintor.

 

Sinagoga Santa Maria la Blanca

Apenas três sinagogas ainda existem na Espanha, duas das quais estão em Toledo. Essa sinagoga era conhecida como Yosef ben Susan, e foi convertida em igreja no início do século XV. O nome Santa Maria la Blanca parece ter sido usado para várias sinagogas, por causa da decoração que privilegia essa cor. Vi uma sinagoga convertida em igreja com o mesmo nome em Sevilha. O estilo é de arte Mudéjar, influenciada pelos muçulmanos na cidade.  Ou seja: uma sinagoga, em um estilo inspirado pelos muçulmanos, que virou uma igreja. Quer um símbolo maior de La Convivencia?

 

Sinagoga del Transito

Segunda sinagoga em Toledo, hoje ela serve como museu dos Sefarditas, os judeus que habitavam a Espanha até 1492. Ela foi construída por Samuel ha-Levi Abulafia, tesoureiro do rei, desafiando a regra de que sinagogas tinham que ser menores do que prédios e privadas de decoração. Hoje ela é conhecida justamente pela beleza da decoração, com inscrições árabes louvando o rei e o proprio Abulafia.

 

Alcazar

Alcazar Toledo

O Alcazar é uma grande fortaleza no centro de Toledo. Ele ficou mais conhecido por uma história trágica, da época da Guerra Civil Espanhola. O coronel José Moscardó era então o comandante do Alcazar, e os republicanos capturaram seu filho de 16 anos, Luís. Eles ameaçaram matar Luís se o pai não entregasse a fortaleza. Ele teria respondido ao filho: “Reze a deus, grite ‘Viva Cristo rei’ e morra como um herói”. Ele foi realmente morto, embora não haja consenso de quando ou como.

 

Catedral de Toledo

Considerada por alguns o ápice do gótico espanhol, essa catedral do século XIII foi, novamente, construída onde antes existia uma Mesquita. Ela é ricamente decorada com quadros de muitos dos principais artistas espanhóis.

Esses lugares podem ser visitados em um dia, ou em dois se você quiser vê-los com mais calma, curtindo cada um. Embora seja uma cidade famosa como day-trip de Madrid, também vale a pena dormir lá.

A Mesquita de Cristo de la Luz, a Iglesia de los Jesuitas, o Monasterio San Juan de los Reyes, a Iglesia del Salvador, a Iglesia de San Tome e a Sinagoga Santa Maria la Blanca podem ser visitados com a pulseira turistica (além do Real Colegio de Doncellas Nobles, atualmente fechado). Ela custa 9 euros e está à venda em qualquer desses lugares. Você pode visitá-los mais de uma vez durante dois dias, e ela é resistente à água.

A Sinagoga del Transito tem entrada grátis para estudantes.

Como chegar:

Você pode chegar a Toledo de Madrid com o trem de alta velocidade da estação Atocha ou de ônibus da Estación de Autobuses Sur, na estação de metrô Mendez Álvaro. O trem é mais rápido, mas o ônibus é mais frequente. Eu fui de ônibus e comprei o bilhete na estação, na hora da partida. Na alta temporada, é melhor comprar antes.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s