Em Arequipa, conhecida como a cidade branca por causa da pedra vulcânica usada nos prédios, fica um antigo convento mais conhecido por suas cores. Você passa por celas, a igreja branca e uma sucessão de ruas e pátios pintados de vermelho e azul.

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 38

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 24

Ele foi construído em estilo Mudéjar, o que explica porque em alguns dos claustros coloridos você se sente caminhando pelo Marrocos ou pela Andalusia.

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 2

O Convento de Santa Catalina foi fundado por uma rica viúva, Maria de Guzmán, e aceitava principalmente mulheres de famílias ricas de origem espanhola. Para entrar lá, elas tinham que pagar um dote, que era equivalente a cerca de 150 mil dólares de hoje.Elas também tinham que trazer vários itens, como uma estátua, uma pintura e roupas. As mais ricas traziam porcelana inglesa e cortinas de seda para enfeitar suas celas.

Sem poder entrar no Convento, mais ouvindo falar sobre a riqueza de seu interior, os habitantes de Arequipa criaram histórias, dizendo que as ruas do monastério eram cobertas de ouro. Também surgiram histórias de freiras que engravidavam, e de esqueletos de bebês descobertos atrás das paredes. Em 1871, o Vaticano chegou a mandar uma freira para introduzir um regime de austeridade e oração, mandar muitos das riquezas para a Europa e libertar as escravas.

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 23

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 39

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 33

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 34

Nos anos 60, o convento foi afetado por dois terremotos, e precisava de vários reparos. Além disso, a cidade tinha exigido a instalação de água encanada e eletricidade. Foi quando decidiu-se que ele deveria ser aberto ao público como forma de conseguir o dinheiro necessário. No entanto, vinte freiras ainda vivem enclausuradas, em uma parte do Mosteiro que ainda está fechada.

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 31

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 20

O percurso é feito em círculo, e é bem fácil se perder, mas eles dão um mapa na entrada. Depois da entrada, você passa por uma sucessão de pátios coloridos e por ruas como a Calle de Toledo e Calle Málaga.

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 1

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 13

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 9

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 25

A igreja do convento é visível da maior parte do percurso.

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 8

Convento de Santa Catalina Arequipa Peru 32

Mas você só a visita ao fim do passeio, assim como o pátio principal e a vista de cima para todo o convento.

Você pode contratar um guia, que estão disponíveis na entrada, e o passeio dura em torno de uma hora. Eu resolvi ir por conta própria, e fiquei lá em torno de duas horas. Fiquei satisfeita, já que a maioria das salas tinha explicações. Imagino que o guia pule algumas celas, já que elas começam a ficar repetitivas depois de um tempo. Mas gostei de ver todas elas por conta própria, e ter todo o tempo que eu queria para aproveitar e tirar fotos.

Escrito por Julia Boechat

Estudante de história. Já morei em Bologna, fiz trabalho voluntário em Praga e viajo sempre que posso. Sou viciada em livros e filmes e estou tentando ler/ver um de cada país do mundo.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s